quarta-feira, 4 de novembro de 2009

Olá povo do blog!

Vocês sacam aquelas madrugadas insones, quando o desejo é não dormir de modo algum? Por vezes, tais desejos me tomam por completo. Gosto de ser capturada pela noite! O único problema é o despertar no dia seguinte. Como boa leonina, gosto do sol, mas sou da lua. É a lua que faz minha alma florescer... Hoje compartilho com vocês uma flor da noite, gestada nesta madrugada. Creio que a inspiração veio de um "papo cabeça" que tive com a Simone no almoço de ontem.
Espero que apreciem! 

C’EST LA VIE

Afinal finados passou
Com lágrima lavou
E curou nossa dor. 
De afinados e desafinados
A saudade levou.
Afinal finados findou
Mas voltará...

A vida é carnaval:
Tem alegria
Tem samba-enredo
Tem confete e serpentina.
Mas sempre há uma quarta de cinzas à espreita!

                                                                Rosane Arostegui

3 comentários:

Carmen disse...

Rô, obrigada por compartilhar tua arte... a lua sempre foi a inspiração dos poetas! As fotos fotos da Simone trazem outro tipo de poesia, falam por si. Sucesso!!!
bj Carmen

Lika disse...

Boa noite!
Sou uma das "humanóides" que estava na feira do livro e recebeu um poefoto de vocês: por sinal, tive o privilégio de ser a segunda!
Adorei a ideia, muito criativa. Sou estudante de Letras e, além de apreciar muito a poesia, sou fã da fotografia. Obrigada por compartilhar com as pessoas - boas ideias são sempre bem vindas!
Estava passeando pelo blog e posso dizer que gostei muito dos poemas e das fotos... a combinação não poderia ser melhor!
Sucesso
abraços da sobrinha da Carla
Aline

jaq disse...

Esta poesia está muita tocante e como sempre tudo a ver com a foto.
Bjus.
Jaq